Seis atletas, do núcleo Esporte Amigo do Idoso, conquistam o Bolsa Jovem

Categorias

Compartilhar

Por Julyanna Santos – 19/07/2021

Seis jovens, do núcleo Esporte Amigo do Idoso, um dos eixos do Projeto Fortaleza Cidade Amiga do Idoso, garantem o bolsa jovem, com suporte da Profa. Soraya Rabelo. A professora, que é mestre em Ensino na Saúde – UECE; e Doutoranda Ciências do Desporto – Portugal; e se divide ensinando basquete e vôlei no CSU (Centro Social Urbano), acredita que o desenvolvimento das habilidades, através do basquete, reduz as desigualdades e promove a inclusão juvenil. “Vivenciar os fundamentos do esporte, relacionando o aprendizado da teoria com o desenvolvimento das habilidades motoras necessárias para o jogo, e ainda garantir uma renda para o aluno, é motivo de muito orgulho para todos”, ressalta.

Profa. Soraya Rabelo: “Orgulho do trabalho que temos realizado”

O Programa Bolsa Jovem é uma iniciativa da Prefeitura de Fortaleza e beneficia 3.000 jovens em situação de vulnerabilidade na capital, com idade entre 15 e 29 anos, para desenvolverem suas habilidades em diferentes áreas de interesse, por meio do recebimento de bolsa financeira durante um ano. Anderson Lopez Monte, Carlos Giovanni Gomes Santana, Carlos Henrique Oliveira de Almeida, William Saldanha Martins e Marcos da Silva Xavier, todos do basquete, garantiram, por um ano, uma renda de R$ 300,00 (trezentos reais). O atleta, Samuel de Jesus Ferreira, do vôlei, também garantiu uma bolsa. Todos os meninos possuem entre 11 e 24 anos.

Os alunos devem estar vinculados ao Esporte Amigo do Idoso para continuar ganhando a bolsa. A Professora Soraya Rabelo, salienta ainda, que os alunos devem comparecer, pelo menos uma vez por semana, à uma quadra esportiva mais próxima da sua residência, para que atuem estimulando outros jovens que tenham interesse em aprender a jogar basquete! “Assim, eles dão retorno para a sociedade e sejam um exemplo positiva na vida de outros jovens. Esse mês vai sair o bolsa esporte e a expectativa é que mais alunos consigam”, finaliza”.

EM TEMPO: 

O Bolsa Jovem visa à redução das desigualdades e à promoção da inclusão juvenil. O Programa é executado por meio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude de Fortaleza (CEPPJ). Criado em setembro de 2019, o programa Bolsa Jovem beneficiou, em sua primeira edição, 2.000 jovens de Fortaleza, entre 15 e 29 anos, para integrarem o programa. Segundo a pesquisa de avaliação do projeto, 95% dos que responderam à pesquisa apontam que o Bolsa Jovem foi fundamental para seu crescimento pessoal e 81% dizem que, através do programa, puderam participar de alguma competição, congresso, mostra, curso ou oficina.