Por Julyanna Santos 16/12/2020

A iniciativa exitosa do Projeto é destaque em monografia que analisa a pluralidade da velhice 

Daniele Ribeiro Alves, assistente social e socióloga, foi a orientadora da estudante Bárbara Araújo.

Compreender o processo de envelhecimento, suas nuances e peculiaridades, ouvindo os idosos atendidos pelo Projeto Fortaleza Cidade Amiga do Idoso e, a partir daí, na simbiose  das teorias sobre o envelhecer e os exemplos práticos, a conclusão de que investir em empreendimentos que visam promover o bem-estar da população idosa, são fundamentais para uma sociedade mais justa e feliz.

Esse é o escopo do trabalho da estudante Bárbara Araújo, 22, concludente do Curso de Serviço Social, da Faculdade Maurício de Nassau – Uninassau, que ouviu, ao longo da sua pesquisa, 8 idosas beneficiadas pelos mais diferentes eixos do Projeto Fortaleza Cidade Amiga do Idoso.

O trabalho, orientado pela Professora Daniele Alves, foi apresentado, dia 17 de dezembro, para banca de especialistas. Durante a defesa, Daniele, que ministra a disciplina do Trabalho de Conclusão de Curso, falou sobre a  importância deste tipo de debate dentro da Academia: “as pesquisas nessa área têm o poder e a missão de desmitificar a velhice, romper com os estereótipos, entendendo que a velhice é uma grande e importante etapa de transformação. Além disso, outro fator a ser considerado, é a existência de marcadores sociais que determinam as especificidades dessa fase: cor, raça, gênero, por exemplo. Então, essas pesquisas podem contribuir para quebra do caráter discriminatório, e, também, para ampliar a compreensão da multiplicidade desse processo.”

A aluna apresentou seu trabalho de maneira virtual devido as restrições impostas pela pandemia

Traçando paralelos, o trabalho investiga os diferentes aspectos da velhice e busca entender as repercussões sociais desse processo marcado por estigma, tabus e, infelizmente, descaso. “Eu quis enxergar, entender, deslocar do lugar-comum as percepções sobre essa fase. Não podemos entender a velhice como um estágio de doenças, sofrimentos, tristezas, mas como um momento de colheitas, de alegria, de plena atividade. Percebi que o Projeto Fortaleza Cidade Amiga do Idoso proporciona uma vida ativa para os idosos; uma nova e bonita perspectiva.”, pontuou Bárbara. O trabalho tirou nota máxima e foi saudado pelos especialistas convidados.

Bárbara pretende, agora formada em Serviço Social, ampliar seus estudos sobre a velhice para outros níveis acadêmicos.

MATÉRIAS RELACIONADAS

logo

Contato

E-mail:
[email protected]
Telefone: +55 (85) 3013-5797
Endereço: Rua B, 17 – Eng Luciano
Cavalcante | Fortaleza-CE
CEP: 60.810-670

Copyright © 2020 Fortaleza Cidade Amiga
do Idoso. Todos os Direitos Reservados.

Seja um apoiador

Saiba mais sobre os benefícios
de ser um dos Apoiadores do
Fundo Municipal dos Direitos
da Pessoa Idosa – FMDPI.
Clique no link abaixo
para saber mais.

Contato

E-mail:
[email protected]
Telefone: +55 (85) 3013-5797
Endereço: Rua B, 17 – Eng Luciano
Cavalcante | Fortaleza-CE
CEP: 60.810-670

Seja um apoiador

Saiba mais sobre os benefícios
de ser um dos Apoiadores do
Fundo Municipal dos Direitos
da Pessoa Idosa – FMDPI.
Clique no link abaixo
para saber mais.

Links

Siga-nos

Realização

parceiros

Copyright © 2020 Fortaleza Cidade Amiga do Idoso. Todos os Direitos Reservados.

This will close in 0 seconds