Você sabe por que duas pessoas infectadas com Covid-19 podem apresentar sintomas bem diferentes? Isso acontece porque existem 6 “tipos” da doença, cada um caracterizado por um conjunto específico de sintomas.

Para chegar a essa conclusão, uma equipe de pesquisadores do King’s College, em Londres, lançou mão de dados coletados em dois bancos de dados: o Covid Sympston Study App, um aplicativo que permite aos usuários inserir informações sobre o novo coronavírus, e um segundo banco de dados independente com informações coletadas de usuários no Reino Unido, nos EUA e na Suécia .

Além dos sintomas comuns, como tosse, febre e perda de olfato, os dados mostraram que infectados podem apresentar uma grande diversidade de sintomas, como fadiga, enxaqueca, diarreia, dores musculares, confusão mental, dificuldades para respirar e perda de apetite, além de tantos outros.

Outro ponto de destaque levantado pelo estudo é que o desenvolvimento da doença e suas sequelas também podem variar muito de pessoa para pessoa.

6 tipos de Covid-19

A equipe analisou dados de aproximadamente 1,6 mil usuários dos Estados Unidos e do Reino Unido que testaram positivo para a Covid-19. Dessa forma, foi possível entender se alguns sintomas específicos se manifestam juntos e como esse fato se relaciona com a progressão da doença.

“Essas descobertas têm implicações importantes para o atendimento e o monitoramento das pessoas mais vulneráveis à forma mais grave da Covid-19”, declarou a autora do estudo, Claire Steves.

De acordo com os pesquisadores, os seis tipos de Covid-19 são causados por seis diferentes grupos de sintomas que surgem em momentos específicos da doença. São eles:

Gripe sem febre: enxaqueca, perda de olfato, dor muscular, tosse, dor de garganta, dor no peito.

Gripe com febre: enxaqueca, perda de olfato, tosse, dor de garganta, rouquidão, perda de apetite.

Gastrointestinal: enxaqueca, perda de olfato, perda de apetite, diarreia, dor de garganta, dor no peito, sem tosse.

Grave nível 1 – fadiga: enxaqueca, perda de olfato, tosse, febre, rouquidão, dor no peito, fadiga.

Grave nível 2 – confusão: enxaqueca, perda de olfato, perda de apetite, tosse, febre, rouquidão, dor de garganta, dor no peito, fadiga, confusão, dor muscular.

Grave nível 3 – abdominal e respiratório: enxaqueca, perda de olfato, perda de apetite, tosse, febre, rouquidão, dor de garganta, dor no peito, fadiga, confusão, dor muscular, dificuldade respiratória, diarreia, dor abdominal.

Enxaqueca e perda de olfato foram sintomas comuns a todos os grupos, que, em diferentes momentos, apresentaram combinações com outros sintomas.

Os pesquisadores identificaram ainda que de 1,5% a 3,3% das pessoas pertencentes aos grupos 1 e 2 necessitaram de assistência respiratória. Nos grupos 3, 4 e 5, as porcentagens foram maiores, de 8,6%, 9,9% e 19,8%, respectivamente. Dos que se enquadraram no grupo 6, quase a metade precisou ser hospitalizada.

MATÉRIAS RELACIONADAS

logo

Contato

E-mail:
[email protected]
Telefone: +55 (85) 3013-5797
Endereço: Rua B, 17 – Eng Luciano
Cavalcante | Fortaleza-CE
CEP: 60.810-670

Copyright © 2020 Fortaleza Cidade Amiga
do Idoso. Todos os Direitos Reservados.

Seja um apoiador

Saiba mais sobre os benefícios
de ser um dos Apoiadores do
Fundo Municipal dos Direitos
da Pessoa Idosa – FMDPI.
Clique no link abaixo
para saber mais.

Contato

E-mail:
[email protected]
Telefone: +55 (85) 3013-5797
Endereço: Rua B, 17 – Eng Luciano
Cavalcante | Fortaleza-CE
CEP: 60.810-670

Seja um apoiador

Saiba mais sobre os benefícios
de ser um dos Apoiadores do
Fundo Municipal dos Direitos
da Pessoa Idosa – FMDPI.
Clique no link abaixo
para saber mais.

Links

Siga-nos

Realização

parceiros

Copyright © 2020 Fortaleza Cidade Amiga do Idoso. Todos os Direitos Reservados.

This will close in 0 seconds