O incentivo aos bailes da melhor idade em Fortaleza e os benefícios da dança para idosos

Categorias

Compartilhar

Por Ana Clara Jovino 30.03.2021

A dança é uma atividade física ideal para pessoas de qualquer idade. É o que enfatiza o profissional de educação física Flávio Cordeiro dos Reis Junior.

A dança é uma das atividades físicas mais divertidas e prazerosas, além de ser ideal para pessoas de qualquer idade, traz inúmeros benefícios para quem pratica, inclusive para quem está na melhor idade. É o que enfatiza o profissional de educação física Flávio Cordeiro dos Reis Junior, o coordenador do Eixo Esporte Amigo do Idoso.

O profissional explica que é uma atividade que trabalha a atenção, concentração, percepção, lateralidade, ritmo, memória, orientação espacial, estimula diversas habilidades psicomotoras e cognitivas, além de melhorar a coordenação motora, o condicionamento físico, associado a satisfação física e emocional do idoso, o que propicia benefícios para o corpo e para a mente.

“Especialmente nesse momento de pandemia é muito positiva, porque com o isolamento, existe a tendência ao desenvolvimento de doenças como ansiedade e depressão e a dança é uma atividade que combate de frente”, destaca Flávio.

Em Fortaleza, apesar de ser uma cidade com poucas opções de programação de lazer para idosos, existe um movimento que incentiva a prática da dança na terceira idade. São os bailes da terceira idade, eventos que reúnem idosos e dançarinos profissionais. No momento não estão sendo realizados por causa da pandemia, mas nos últimos anos é uma alternativa de programação que contempla os idosos, infelizmente muitas vezes esquecidos pelos produtores de eventos.

Um dos grandes responsáveis para que esse movimento exista é o dançarino carioca Carlos Roberto dos Santos Araújo, conhecido como Carlinhos Araújo. Ele veio morar na capital alencarina no ano de 1992, quando a Petrobras, empresa que trabalhava no Rio de Janeiro, o transferiu.

Carlinhos Araújo começou a se envolver com a dança na década de 80

Antes disso, a dança já fazia parte de sua vida. Tudo começou na década de 80, quando a dança de salão se tornou uma atividade frequente no Rio de Janeiro, sua cidade natal. “Foi quando procurei o Mestre Jaime Aroxa que me ensinou os primeiros passos”.

Quando se mudou para Fortaleza, ele quis continuar praticando, porém não encontrava com facilidade parceiras de dança. A partir disso, ele começou a dar aulas em uma academia de forró. Um tempo depois, começou a dar aulas para idosos.

“O proprietário da academia que eu dava aula foi procurado pela Universidade Sem Fronteiras para ministrar aulas de dança para a terceira de idade. Ele não aceitou e perguntou se eu estaria interessado, aceitei o desafio, embora nunca tivesse trabalhado com esse público. Foi a melhor coisa que poderia ter acontecido, me identifiquei muito com os alunos”, relata.

Porém, com o tempo inserido no universo da dança de salão, Carlinhos percebeu que, diferente do Rio, a quantidade de mulheres que se interessam pela prática não é proporcional a quantidade de homens. Enquanto nas academias do Rio a relação de homens e mulheres era de aproximadamente um para um, em Fortaleza o número de mulheres correspondia em média a 95% da turma.

Pensando nisso, decidiu criar um grupo de dançarinos profissionais para serem os pares de suas alunas. Então, o professor idealizou o Grupo Baila Comigo, de dançarinos treinados exclusivamente para dançar com as mulheres nos bailes. É o pioneiro na atividade de dançarinos de aluguel.

Neste momento de pandemia, o professor de dança não deixou de promover qualidade de vida para seus alunos. Carlinhos ministra aulas duas vezes por semana de forma online, pela ferramenta Zoom. São realizadas nas terças e quintas às 10h da manhã. Quem não puder acompanhar ao vivo, as aulas ficam gravadas para quem quiser fazer a aula depois.

Para saber mais sobre a Escola de Dança Carlinhos Araújo e sobre as aulas online, acesse o site (https://www.carlinhosaraujo.com.br/), o seu perfil no instagram (instagram.com/carlinhosaraujo.dancadesalao/) ou entre em contato pelo número de whatsapp (85) 9794 4942.

Carlinhos Araújo foi o entrevistado do Programa Fortaleza 6.0 do último sábado, dia 27 de março. Você pode conferir abaixo a entrevista completa: