Por Julyanna Santos 01/02/2021

O brasileiro tem um péssimo hábito comum: 77% se automedicam. Sem buscar orientação profissional, sem informações embasadas e sem entender a gravidade de tomar medicamentos por conta própria, a população coloca em risco sua saúde, justamente o contrário do que pretende, quando compra medicamentos.

Uma pesquisa realizada pelo Conselho Federal de Farmácia (CFF), por meio do Instituto Datafolha, em 2019, constatou que 22% dos entrevistados que utilizaram medicamentos nos últimos seis meses tiveram dúvidas, mesmo em relação aos medicamentos prescritos, principalmente no que diz respeito à dose (volume e tempo) e a alguma contraindicação contida na bula. Esses dados apontam para importância da informação de qualidade.

André Cavalcante, farmacêutico pós-graduado em prescrição farmacêutica e farmácia clínica e Presidente do Sindicato dos Farmacêuticos do Ceará,

André Cavalcante, farmacêutico pós-graduado em prescrição farmacêutica e farmácia clínica e Presidente do Sindicato dos Farmacêuticos do Ceará, alerta para os riscos: “a utilização de medicamentos que não fazem o efeito ideal, como orientado pelo médico, podem causar reação adversa; em alguns casos, grave. O uso irracional deve ser combatido.”

No caso da pessoa idosa, é ainda mais delicado. Em entrevista ao Portal Fortaleza Cidade Amiga do Idoso, André Cavalcante, alerta: “é comum que idosos administrem mais de um medicamento; a combinação equivocada pode ser danosa ao paciente. Por isso, durante a consulta, tire todas as dúvidas com o médico. Se ao chegar à farmácia, as dúvidas continuarem ou outras surgirem, converse com o farmacêutico, único profissional capaz de auxiliar neste momento, evitando o uso em excesso ou sem necessidade, o surgimento de interações e/ou efeitos colaterais.”

Durante a consulta médica, algumas perguntas são importantes:

  • Qual a dose (quantidade) a ser utilizada em cada tomada?
  • Quantas vezes ao dia deverá usar cada dose?
  • Por quanto tempo deve usar o medicamento?
  • Quais os horários para utilizá-los?
  • Como tomar? Com alimentos ou não, antes ou depois de refeições etc.

O Projeto Fortaleza Cidade Amiga do Idoso vai te dar algumas dicas para organizar melhor sua rotina de medicamentos:

  • Tome o medicamento como prescrito: não pule e nem acumule doses. Se está com dúvidas sobre o quanto um medicamento pode fazer bem ou não, converse com um profissional qualificado e evite ouvir terceiros;
  • Em nenhuma hipótese decida por si abandonar o tratamento sem acompanhamento e orientação de um especialista, ainda que você esteja se sentindo melhor;
  • Mantenha a lista dos medicamentos visível: anote o que você está tomando e quais são os horários de cada medicamento. Mantenha uma lista com você e outra em casa, a vista de todos;
  • Anote por que você está tomando cada medicamento, caso tome mais de um, a dosagem (por exemplo, 300 mg), e quantas vezes você precisa tomar por dia;
  • Faça o acompanhamento periódico necessário com seu médico:  É preciso reavaliar se o medicamento é a melhor opção para o paciente e rever horários, a frequência com que o paciente tomará aquele medicamento e a dosagem;
  • Esteja ciente das potenciais interações medicamentosas e efeitos adversos que um medicamento pode trazer: algumas pessoas são alérgicas a alguns medicamentos ou a substâncias que o compõem e ainda não conhecem. Se conhecerem, poderão conseguir gerenciar um possível evento adverso com mais facilidade.

MATÉRIAS RELACIONADAS

logo

Contato

E-mail:
[email protected]
Telefone: +55 (85) 3013-5797
Endereço: Rua B, 17 – Eng Luciano
Cavalcante | Fortaleza-CE
CEP: 60.810-670

Copyright © 2020 Fortaleza Cidade Amiga
do Idoso. Todos os Direitos Reservados.

Seja um apoiador

Saiba mais sobre os benefícios
de ser um dos Apoiadores do
Fundo Municipal dos Direitos
da Pessoa Idosa – FMDPI.
Clique no link abaixo
para saber mais.

Contato

E-mail:
[email protected]
Telefone: +55 (85) 3013-5797
Endereço: Rua B, 17 – Eng Luciano
Cavalcante | Fortaleza-CE
CEP: 60.810-670

Seja um apoiador

Saiba mais sobre os benefícios
de ser um dos Apoiadores do
Fundo Municipal dos Direitos
da Pessoa Idosa – FMDPI.
Clique no link abaixo
para saber mais.

Links

Siga-nos

Realização

parceiros

Copyright © 2020 Fortaleza Cidade Amiga do Idoso. Todos os Direitos Reservados.

This will close in 0 seconds