Hortas Sociais doaram treze toneladas de alimentos em 2020: primeira colheita de 2021 acontece dia 4 de fevereiro

Categorias

Compartilhar

Por Julyanna Santos 02/02/2021

Em 2020, ano em que fomos surpreendidos por uma pandemia, o Eixo Hortas Sociais, do Projeto Fortaleza Cidade Amiga do Idoso, reinventou-se e, através da complementação alimentar, viabilizou a distribuição de hortaliças para 4.975 pessoas. Três modalidades foram implementadas, ao longo do ano: distribuição presencial, de janeiro a março; colheita e doação para entidades beneficentes, entre março e agosto; e por fim, no formato delivery, em novembro e dezembro.

Ao todo, foram doados: 6.183 quilos de alface; 1.548 quilos de couve manteiga; 5.122 quilos de coentro, 526 quilos de tomate cereja e 118 quilos de pimentão. Totalizando:  13.497 quilos de alimentos.

Veja alguns números de 2020 das hortas sociais:

Distribuição presencial, em janeiro e fevereiro:

– 7 colheitas;

– 2.363 pessoas beneficiadas;

– 812 quilos de alface; 472 quilos de couve; 708 quilos de coentro; 118 quilos de pimentão e 296 quilos de tomate cereja.

Colheita e doação para entidades beneficentes:

– 15 colheitas;

– entidades beneficiadas: 20;

– 836 quilos de alface; 690 quilos de couve; 221 quilos de coentro e 200 quilos de tomate cereja.

Formato delivery (entrega em domicílio para os beneficiários do Projeto Fortaleza Cidade Amiga do Idoso)

– 17 colheitas;

– pessoas beneficiadas: 2.612;

– 1.535 quilos de alface; 385 quilos de couve; 192 quilos de coentro e 30 quilos de tomate cereja.

Em 2021, as Hortas Sociais continuam doando hortaliças para instituições da nossa cidade

Um novo ano se inicia: primeira colheita acontece dia 4 de fevereiro de 2021

A Horta Social, localizada no Conjunto Ceará, vai doar, dia 4 de fevereiro, mais de 500 quilos de alimentos para 5 instituições que atuam no cuidado e na proteção de idosos. São elas: Santa Casa de Misericórdia, Unidade Abrigo de Idoso Olavo Bilac, Instituto Hesed, Lar Torres de Melo e Associação Casa de Abrigo do Idoso Três Irmãs. Ao todo, as entidades vão receber 322 quilos de alface, 205 quilos de coentro e 40 quilos de couve.

A coordenação do Projeto Fortaleza Cidade Amiga do Idoso, atenta aos crescentes números de casos de Covid-19 em nossa cidade, e para evitar aglomerações e diminuir a circulação dos trabalhadores, volta a doar hortaliças para as instituições. E, vai além, contribuindo, de maneira significativa, para a alimentação saudável, de idosos institucionalizados.

“Nosso objetivo é fomentar segurança alimentar para os idosos de Fortaleza”

Cel. Sérgio Gomes: “em 2021 o nosso trabalho continua! Vamos levar alimentação saudável para mais idosos”

O Coordenador Especial de Idosos da Prefeitura de Fortaleza, Cel. Sérgio Gomes, falou para o Portal Fortaleza Cidade Amiga do Idoso sobre a iniciativa: “nosso objetivo é fomentar a agricultura social urbana, a segurança alimentar e a inclusão dos idosos. Quando imaginamos as Hortas Sociais, ainda em 2014, nós sabíamos da relevância que um espaço de agricultura urbana teria principalmente para os bairros com baixo IDH (Índice de Desenvolvimento Humano)”.

Em tempo!

O ex-prefeito Roberto Cláudio assinou, em outubro de 2020, ordem de serviço para a construção de mais seis estufas do projeto Hortas Sociais em Fortaleza. As obras das novas hortas serão realizadas pela Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf) e terão duração de seis meses.

Com investimento de aproximadamente R$ 2,9 milhões o projeto será implantado nos bairros Jardim das Oliveiras, Conjunto Palmeiras, Ancuri, Jacarecanga, Mondubim e Vila Velha.

O Projeto Fortaleza Cidade Amiga do Idoso é envelhecimento ativo e saudável!