A Assistência Social tem papel importante, pois a atuação desse profissional, busca viabilizar as políticas públicas, estimulando o protagonismo social dos idosos.

Por Julyanna Santos 16.08.2021

  • Ouça este conteúdo

 

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio Contínua (PNADC), realizada em 2018, mostrou que 10,53% da sua população brasileira tinha 65 anos ou mais. Isso, quantitativamente, equivale a 30 milhões de idosos, à época. Estima-se que, em 2050, um terço da população brasileira seja de pessoas idosas.

Infelizmente, o Brasil segue negligenciando sua população da terceira idade, ao não atender às necessidades básicas que garantem sua qualidade de vida. Projetos como o Fortaleza Cidade Amiga do Idoso buscam preencher essa lacuna, com diversas iniciativas que promovem qualidade de vida e longevidade e tem gerado verdadeiro impacto social.

Em uma sociedade onde ser jovem e bem-sucedido são as únicas características verdadeiramente valorizadas, o envelhecimento, muitas vezes, é visto como um momento da vida que não merece atenção ou investimentos.

Garantir os direitos sociais do idoso, criando condições para promover sua autonomia, integração e participação efetiva na sociedade são de responsabilidade da família, da sociedade e do Estado. A violação de qualquer um dos direitos é passível de punição.

Neste contexto, a Assistência Social tem papel importante, pois a atuação desse profissional busca viabilizar as políticas públicas, estimulando o protagonismo social dos idosos.

O Portal Fortaleza Cidade Amiga do Idoso conversou com Ravenna Guimarães, presidente do Sindicato dos Assistentes Sociais do Ceará – SASEC, sobre o tema.

Ravenna Guimarães: “A Assistência Social contribui diretamente na qualidade de vida da pessoa idosa”

Portal Fortaleza Cidade Amiga do Idoso: De que forma a assistência social pode contribuir na melhoria da qualidade de vida do idoso?
Ravenna Guimarães: A Assistência Social é direito do cidadão e dever do Estado, enquanto política pública assegurada na Constituição Federal de 1988, nos termos do artigo 203 “A assistência social será prestada a quem dela necessitar independentemente de contribuição à seguridade social, e tem por objetivos: I – a proteção à família, à maternidade, à infância, à adolescência e à velhice […] V – a garantia de um salário mínimo de benefício mensal à pessoa portadora de deficiência e ao idoso que comprovem não possuir meios de prover à própria manutenção ou de tê-la provida por sua família, conforme dispõe a lei.

Dessa forma, a Assistência Social contribui diretamente na qualidade de vida da pessoa idosa ao afiançar proteção social, garantir segurança de renda, assegurar a convivência familiar e comunitária, em especial, aqueles idosos que se encontram em situação de vulnerabilidade ou risco social.

Portal Fortaleza Cidade Amiga do Idoso: Nesse contexto de pandemia e isolamento social, quais foram as demandas relacionadas à terceira idade mais recorrentes no dia-a-dia de um assistente social?
Ravenna Guimarães: A pandemia agudizou as mais diversas expressões dos problemas sociais, dentre elas a violência contra a pessoa idosa, cujo confinamento fez aumentar substancialmente os casos de negligência e violências física, psicológica, patrimonial, uma vez que os principais violadores são familiares ou pessoas da confiança do idoso. Cresceu significativamente, também, a insegurança alimentar das famílias que passaram a demandar ainda mais por cestas básicas, ofertadas na forma de benefício eventual pelos CRAS e outros equipamentos da Assistência Social.

Portal Fortaleza Cidade Amiga do Idoso: Quais são os programas e projetos que a assistência social assegura ao idoso?
Ravenna Guimarães: São vários os serviços, programas, projetos e benefícios ofertados pela Política de Assistência Social, tanto na Proteção Social Básica, como na Especia,l e que contemplam a pessoa idosa e sua família, quais sejam: Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família – PAIF; Serviço de Proteção e Atendimento Especializado à Famílias e Indivíduos – PAEFI; Serviço de Convivência Familiar e Comunitária – SCFV; Programa Bolsa Família; Benefício da Prestação Continuada – BPC; Carteira do Idoso, dentre outros.

O Projeto Fortaleza Cidade Amiga Idoso recomenda que idosos que necessitem do acompanhamento da Assistência Social, procure um dos os Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) de Fortaleza.

Clique aqui e conheça!

 

MATÉRIAS RELACIONADAS

logo

Contato

E-mail:
[email protected]
Telefone: +55 (85) 3013-5797
Endereço: Rua B, 17 – Eng Luciano
Cavalcante | Fortaleza-CE
CEP: 60.810-670

Copyright © 2020 Fortaleza Cidade Amiga
do Idoso. Todos os Direitos Reservados.

Seja um apoiador

Saiba mais sobre os benefícios
de ser um dos Apoiadores do
Fundo Municipal dos Direitos
da Pessoa Idosa – FMDPI.
Clique no link abaixo
para saber mais.

Contato

E-mail:
[email protected]
Telefone: +55 (85) 3013-5797
Endereço: Rua B, 17 – Eng Luciano
Cavalcante | Fortaleza-CE
CEP: 60.810-670

Seja um apoiador

Saiba mais sobre os benefícios
de ser um dos Apoiadores do
Fundo Municipal dos Direitos
da Pessoa Idosa – FMDPI.
Clique no link abaixo
para saber mais.

Links

Siga-nos

Realização

parceiros

Copyright © 2020 Fortaleza Cidade Amiga do Idoso. Todos os Direitos Reservados.

This will close in 0 seconds